Ronaldo Campos Borges

Ronaldo Campos Borges foi nascido e criado em fazenda de produção de leite em Araxá-MG, no entanto, adquiriu a tecnologia e o gosto pela cafeicultura trabalhando como Engenheiro Agrônomo no Instituto Brasileiro do Café em Paranavaí-PR, onde comprou seu primeiro sítio com 10,8 hectares de café em outubro de 1980. Em junho de 1981, a região sofreu uma geada, prejudicando a estimativa de safra de 1982. Porém, Ronaldo não desanimou e continuou tratando da lavoura para novamente recuperá-la e obter, na verdade, sua primeira produção econômica em 1983.

No ano de 1983, adquiriu a Fazenda ‘Bom Café’ no município de Araxá, na Região do Cerrado Mineiro, e iniciou o plantio em março de 1986, juntamente com o apoio e trabalho de sua esposa Vivian. Com a extinção do IBC em 1990, Ronaldo ingressou no Ministério da Agricultura em Paranavaí. Em outubro de 1991, Ronaldo, Vivian e família se mudaram para Araxá, onde continuaram a ampliar a área cultivada em café.

Com uma busca constante pelo aprimoramento de atributos especiais na bebida, em 2002 começou a produzir cafés tipo cereja descascado e beneficiá-los para expresso, exportando para o mercado italiano.

Totalizando 140 hectares em altitude média de 1000 metros, as fazendas Bom Café, Entrelinhas e Rubiácea produzem cafés de qualidade, misturando elegância e rusticidade. Todas as fazendas possuem certificação UTZ, garantindo boas práticas agrícolas e de gestão, condições de trabalho saudáveis e seguras e a proteção da natureza.

Dos 3 filhos do casal de produtores Ronaldo e Vivian, a filha caçula, Letícia, é Engenheira Agrônoma e já está envolvida em todas as etapas das fazendas, desde o plantio, colheita até a comercialização. Os outros dois filhos, Vinícius, publicitário e Murilo, Engenheiro Químico, apesar de não morarem em Araxá, investem no sistema de produção das fazendas, ou seja, cada um tem os seus “pezinhos” de café implantados.

Qual o segredo da qualidade de nosso café? Além da escolha cuidadosa de variedades, controle rigoroso das mudas, manejo adequado dos grãos e colheita no ponto, temos como principais ingredientes o amor pela terra e a paixão pelo café, passada de geração a geração, conservando a tradição mineira com uma pitada de excelência.

Como Engenheiro Agrônomo e consultor em café, Ronaldo assiste a vários exemplos de sucesso na cafeicultura da região do Cerrado, com aumento das áreas cultivadas e consequentemente do patrimônio. A região é privilegiada pelo clima, topografia e qualidade final do café o que motiva sempre a continuar na cafeicultura.

Café fresquinho direto do produtor. Da nossa família para a sua família!

v.1.0.3067 (02/08/2019)