Altair e Thiago Miranda

Foi no ano de 1975 que uma das histórias de maior sucesso da agricultura, no Cerrado Mineiro, teve início. Naquele tempo, eram poucas, as pessoas que acreditavam no potencial produtivo das terras do Cerrado. Mas, guiado pelo sonho de ser cafeicultor, Sr. Altair de Oliveira, um pequeno produtor de cebolas e tomates, em São João da Serra Negra, distrito de Patrocínio, conseguiu, com muito esforço, adquirir sua primeira propriedade, com apenas 12 hectares.

Ainda sem um nome para a propriedade, Sr. Altair, assistindo ao filme de faroeste americano “O Ouro de Mackenna”, teve certeza que suas terras levariam aquele nome. Mais tarde, no ano de 2011, a Fazenda se tornou o próprio cenário de cinema, tendo as gravações do filme brasileiro “Vazio Coração” sido gravadas na propriedade.

Hoje a Fazenda Makena é uma das referências, tanto em produção quanto em produtividade, na atual Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro, sendo colhidos mais de 40 mil sacas de cafés por ano, e possuindo certificações Internacionais como UTZ Certifield e 4C Association, os quais possuem mais de 120 critérios de boas práticas agrícolas, sociais e ambientais, com 100% de aprovação no último processo de auditoria.

Sr. Altair tem orgulho em ter toda a família ajudando no negócio que idealizou há mais de 40 anos. A Gestão da fazenda hoje é realizada pelo filho mais novo, Thiago Miranda, o qual é um apaixonado por cafés, e, sobretudo por cafés especiais.

v.1.0.3005 (19/07/2019)